BLOGS: Blog do Hélio

Blog UOL

Mâmâmâmá!!!

10/06/2009

A Parada é no domingo, 14, e todos os anos tem uma música que marca o evento. No ano passado eu lembro que era “Touch my body”, da Mariah Carey (que me faz lembrar do Erik até hoje). Neste ano eu aposto na mâmâmâmásérrima Lady Gaga neste posto, com “Pocker Face”, para ser mais exato. Desde “Just Dance” ela vem arrasando no meio das bichas e o novo sucesso conquistou de vez.

Eu adoro, adoro mesmo. Lady Gaga é muito gay, muito montada, brilhante, produzida, maquiada, exagerada, faz carão sem parar e o refrão de “Poker Face” tem aquele mâmâmâmá em voz masculina que é muuuito parente do “inhai” das travestis. Disseram para mim que ela já trabalhou em lugar gay como dançarina, acho que sei de onde vem a inspiração tão gay para suas performances. Lembra um pouco a Cher.

Como não poderia ser diferente, já vi umas três drags imitando Lady Gaga, claro que com o povo todo adorando. Aposto em “Poker Face” como música da Parada de São Paulo 2009. Mâmâmâmá!

Mâmâmâmá!


Escrito por Hélio Filho às 18h11 Comentários Envie

O que você espera da Parada de São Paulo?

09/06/2009

Segundo dados oficiais, 320 mil visitantes chegam à cidade para esse fervo, sendo que 70% são do interior do Estado, 25% de outras localidades brasileiras e 5% são estrangeiros. A cidade enche, os lugares gays idem. Carne, muita carne. Como é no feriadão, muita gente fica cheia de tempo livre para aproveitar toda a programação, que não pára a partir de amanhã. Para nós aqui do Mix, a Parada é sinônimo de muito trabalho, correria para estar em todos os lugares ao mesmo tempo e informar sobre tudo.

Eu gosto de ficar com a cobertura do circuito mais normalzinho, menos estrelado de grandes atrações. Jogo esse corpinho não-malhado no meio dos ursos, sapas e o povo do centrão, um fervo só. Pela segunda vez vou à Diva, festa das bolachas na The Week. Infelizmente este ano minha amiga Vavá não poderá ir. Que pena, no ano passado ela adorou o churrascão com pagode das sapas, mesmo sendo vegetariana e heterossexual. Mas ela já prometeu passar na Paulista no fim da Parada.

É engraçado ver como cada um vai ter uma visão da Parada. Para os militantes, será um momento de grande visibilidade, muito importante para a comunidade LGBT. Para os menos politizados, será uma sequência de festas, pegação e muita ferveção aguardada desde a última Parada. Para quem mora na Paulista, talvez um problema – e por aí vai. O mais legal é sempre saber que você faz sua festa, politizada ou não, fervida ou não, cheia de gente ou não.


Escrito por Hélio Filho às 17h50 Comentários Envie


Busca
Infomix
Receba o boletim de notícias do Mix no seu e-mail.
2006 - MIX BRASIL - © Todos os direitos reservados