BLOGS: Blog do Hélio

Blog UOL

Rendido

04/09/2009

Calma, meu saco ainda está normal e não ficou grandão, não é isso que quis dizer no título. Eu confesso que estou gostando bastante da Miley Cyrus. É isso. Prontofalei. Bem franco. O clipe abaixo é pro Rodrigo Barros, um dos meus leitores mais assíduos dentre os milhões que acessam meu blog. Rodrigo, o melhor lugar do mundo é onde estamos, seja lá onde for. Tem sempre um bom olhar que quer ver as coisas ruins como boas. Bom fim de semana!

 


Escrito por Hélio Filho às 13h54 Comentários Envie

O que querem as pessoas simplesmente pessoas?

03/09/2009

Depois do tetrapost (adoro neologismos) sobre o desejo das pessoas compromissadas, descompromissadas, comprometidas e descomprometidas ficou faltando falar das que não se encaixam em nenhuma dessas definições, feitas por mim sem base científica ou valor acadêmico, só para deixar claro. Ficaram faltando as pessoas simplesmente pessoas, e eu recebi alguns e-mails e comentários cobrando isso. Sim, eu ia falar sobre elas, mas ainda não era hora. Agora sim eu posso por um motivo que revelo depois, talvez.

Pessoas simplesmente pessoas, que eu chamarei aqui de pessoas apenas, querem acima de tudo ser entendidas porque elas entendem o mundo como ele deve ser. Não como a religião, o Estado, o seu amigo fervido ou sua mãe falou que deveria ser, mas como suas experiências te moldaram para vê-lo. Pode parecer capricorniano demais falar isso, mas o mundo amoroso é prático, há séculos as pessoas amam de variadas formas, com variados objetivos e pelas mais variadas combinações. Por isso, é só observar um pouco para ver como acertar. Pessoas querem ser entendidas em sua visão simples, simples assim.

Para as pessoas não há traição, não há MSN falso, não há caixa de mensagens esvaziada por medo e muito menos mal-estar na cama. Simplesmente porque elas sabem que para viver um bom amor ele deve ser sincero, límpido, transparente como uma lágrima de alegria que cai quando o amado aperta sua mão e beija sua boca. Não é sonho, não é fantasia, é realidade simples, pura. Pessoas querem ser entendidas como são, por isso somente as outras pessoas conseguem isso. Quando uma pessoa simplesmente pessoa encontra com alguma das outras quatro definições que fiz o resultado é desastroso, o amor é desencontrado e o beijo amarga, seca, magoa.

Ser entendido significa ser amado pelo que se é, pelo que se acredita, faz, briga ou ama. Pessoas têm alma aberta para se deliciarem nas oportunidades que a vida oferece, e nem precisa ser um amor de conto de fadas, precisa apenas ser amor, que é diferente para cada um. Pessoas querem se sentir desejadas porque desejam, querem se sentir amadas porque amam, querem se sentir respeitadas porque respeitam, não querem ser traídas porque não traem (não vou definir traição, isso varia conforme o casal). Querem a certeza der que o beijo é real e não vai ser interrompido por uma festa incrível, um compromisso profissional inadiável ou até mesmo pelo esquecimento do outro.

E amar é sim tudo nessa vida, tudo porque amar é bem mais do que apenas gostar de alguém, é aceitar, compartilhar, somar, dividir, multiplicar, estar, ser, entender, defender, perpetuar, sentir, chorar, transar, gozar, olhar, rir, andar de mãos dadas na rua como se ninguém mais existisse. Gays pessoas são aqueles que assumem que têm ou já tiveram perfil naquele site de pegação, que vão à sauna aquecer o corpão, que já fizeram a três (quatro, cinco...), que são ciumentas e que podem trair (mas traição consentida e sabida pelo outro é traição?). Não usam véus de pudor, não atendem celular longe, não abrem o MSN apenas quando sozinhas.

Para pessoas, as simplesmente pessoas, a vida é curta demais e o tempo voa enquanto você se preocupa se seu namorado está teclando com o ativo22cmzonasul, se está em casa com alguém ou se foi ao banheiro da buatchy e fez mais coisas do que devia. São seres humanos capazes de confiar no outro porque dentro deles ainda existe essa capacidade, uma certa ingenuidade ainda, boa, necessária para uma vida leve. Você deve conhecer um casal que não se desgruda, que se adora e que não vem reclamar um do outro para você. Se não conhece, ainda vai conhecer, pelo menos eu espero que sim, você só tem a ganhar.

Essas pessoas são aquelas que se dão as mãos onde estiverem, se abraçam, se acariciam, se curtem em seu mundo perfeito construído pela força da certeza, do companheirismo. O emprego existe na rotina quando necessário, o terceiro cara da transa só chega quando tudo está esclarecido entre o casal, a festa incrível só vai ter graça se em boa companhia. Ninguém precisa abrir mão das coisas que gosta para ser simplesmente pessoas, pelo contrário, são nossas escolhas, preferências e rejeições que dizem quem somos.

O que é preciso aprender com as pessoas é que o ser humano não precisa fazer nada que não queira, não precisa namorar por carência, não precisa ficar com 10 em uma noite para se sentir amado. Todo mundo é gente, todo mundo chora, tem coco fedido, contas a pagar e uma família louca. Todo mundo é gente, todo mundo é pessoa simplesmente pessoa, mas nem todo mundo quer ser simples, por isso existem as outras quatro definições, o que eu acho bem cafona de existir em pleno Terceiro Milênio. Bom mesmo é ser simplesmente pessoa e ser amado por isso, como eu fui.


Escrito por Hélio Filho às 16h17 Comentários Envie


Busca
Infomix
Receba o boletim de notícias do Mix no seu e-mail.
2006 - MIX BRASIL - © Todos os direitos reservados